16 abril, 2015

Livro: O Reino das Vozes que não se Calam - Carolina Munhoz


Edição: 1

Editora: Rocco
ISBN: 9788568263006
Ano: 2014
Páginas: 285
Nota: 3/5 
Sinopse: Em sua estreia na Rocco e marcando também a chegada do selo Fantástica, a escritora Carolina Munhóz, ganhadora do Prêmio Jovem Brasileiro por seu primeiro livro, A fada, apresenta O Reino das vozes que não se calam, escrito em parceria com a atriz e cantora Sophia Abrahão. Espécie de conto de fadas contemporâneo, em que um mundo mágico é palco para uma história de autoconhecimento e o poder dos sonhos, o romance conta a história de Sophie, uma garota cansada de sofrer com a indiferença das pessoas até descobrir um Reino onde seus talentos são reconhecidos. Cedo ou tarde, porém, ela terá que decidir entre a realidade e a fantasia, numa jornada repleta de descobertas e desafios.



RESENHA

Quem nunca se sentiu excluído ou diferente alguma vez na vida? Sophie é uma bela e jovem adolescente ruiva que possui uma única amiga, Anna. Ela sofre bullying desde sempre na escola por ser magra "demais". Diariamente ouve piadinhas dos colegas com insinuações de que ela seja anorexa e bulímica, mas mesmo diante desse sofrimento diário ela não se deixava demonstrar o quanto isso a afetava, pois ela tinha o apoio de seus pais, de sua melhor amiga e seu fiel cachorro, Dior.

Todo esse quadro muda quando Sophie se desentende com sua amiga, graças a um mal entendido Anna acaba colocando Sophia em uma situação constrangedora e humilhante. Ela já era retraída e após esse acontecimento se fecha ainda mais e se afasta de Anna.

Sophia via um mundo cinzento cheio de pessoas fúteis e sem amor. Na companhia de seu próprio sofrimento, em uma noite ela é sugada para um outro mundo. Um reino onde tudo é colorido e as vozes não se calam. Onde vivem criaturas fantásticas que só existiriam nas páginas de um livro. Sophie fica maravilhada com esse reino, onde ela se sente amada, acolhida e finalmente pode ser do jeito que ela é. 

Em consequência do seu distanciamento cada vez maior das pessoas do "mundo real", Sophie é cada vez mais julgada por seu comportamento e cada vez menos compreendida. Seus pais não a reconhecem mais e na escola dizem que ela deve procurar por ajuda profissional. Em contrapartida, ela é especial no Reino e existe uma forma de ficar lá para sempre, mas antes ela precisa passar por algumas provas e por meio delas Sophie vai descobrir muito mais sobre ela mesma.

Durante as provas que decidirão o seu destino, Sophia continua transitando entre o Reino e o "mundo real" cada vez mais ansiosa para viver para sempre onde ela é feliz, já que a sua vida atual está cada vez mais arruinada. Mas as coisas mudam novamente, quando ela conhece Léo e Mônica, Sophia agora se vê em dilema. 

O livro é narrado em terceira pessoa e nos permite uma visão holística da estoria de Sophie. A escrita é envolvente, quase poética, ao mesmo tempo ágil e simples tornando a leitura rápida. As autoras abordam um assunto tão delicado e atual como o bullying de forma bem diferente, nos mostrando com cores o contraste da vida de quem sobre com isso.

O livro é resultado da parceria entre Carolina Munhoz e Sophia Abrahão. Eu já conhecia o trabalho da Carolina e adorei o seu livro "O inverno das fadas" que também já resenhei (clique aqui para ler), esse é o primeiro trabalho como escritora de Sophia Abrahão e confesso que fiquei surpresa com a obra de tal forma que durante toda a leitura fiquei com a opinião dividida e só descobri se o Reino era real ou não no final do livro. Carolina tem o dom de transformar histórias simples em histórias cativantes e apesar de achar que algumas personagens poderiam ter sido mais explorados, o livro é bem fechadinho e a estória é linda.


Quotes:

"[...] Diria estar revivendo algum filme da Disney ou ter entrado de vez no País das Maravilhas. Só que não era o caso. [...] A impressão era que aqueles seres conversavam, e os pelos de Sophie se arrepiaram."
"Sentira-se amada apesar de ser um estranha. Se, em suas loucas fantasias, era mais querida do que no mundo real, ansiava por uma nova madrugada e um novo sono." 
"Afinal, ela era a garota que via a escola como uma floresta sombria, cheia de criaturas subterrâneas. Nada anormal em sonhar com uma floresta dourada repleta de habitantes exóticos."
"Até as coisas boas demais tem o defeito de serem boas demais. Precisamos de equilíbrio." 
"Tudo que vem do céu é mais forte." 
"É sempre necessária alguma escuridão para se ver as estrelas." 
"Quanto eu peso ou como me visto não importa se estou bem comigo mesma." 
"Nem tudo que queremos este mundo nos dá". 
"A felicidade só vale a pena quando buscamos com fervor." 
"Ninguém pode fazer outra pessoa feliz. Nó precisamos encontrar a nossa própria felicidade."

32 comentários:

  1. Eu tenho que confessar que esse tipo de literatura fantástica não me agrada muito... mas depois desta bela resenha ele ganhou uns pontos a favor para eu ler hahaha
    Parabéns pela resenha.
    www.pontoparaler.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei PH, obrigada!
      Quem sabe você também não gosta, não é?

      Bjin

      Excluir
  2. Oi Brenda

    Eu ainda não li nada da Carolina, mas tenho vontade. Quero começar pelo O Inverno das Fadas, e depois ler O reino das vozes que não se calam. Parabéns pela resenha

    Beijos,
    http://www.leitorasempre.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Jess, eu gostei bastante da escrita dela até agora e pretendo conhecer as outras obras também.

      Obrigada!

      Bjin

      Excluir
  3. Parece interessante, mas nunca tive muita vontade de ler nada da Carolina Munhoz, infelizmente não faz meu estilo. Apesar de que a autora é super simpática. Quem sabe uma próxima vez!

    ResponderExcluir
  4. Olá Brenda, eu já conhecia este livro, mas não sabia que ele era tão bom, pela sua resenha deu para perceber que o enredo é bem envolvente e que a narrativa é fluida *--* fiquei morrendo de vontade de lê-lo.

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem bom que gostou da resenha, Jess.
      Quando ler me conta!

      Bjin

      Excluir
  5. Olá, tudo bem?

    Esse livro foi o meu primeiro contato com a escrita da Carol e confesso que adorei, até conheci a autora pessoalmente na Bienal Mineira e ela é um amor de pessoa. Contudo, achei o final do livro algo meio surreal e achei um pouco viagem demais com todo aquele lance das enciclopédias no armário e tudo mais. Mas de uma forma geral eu gostei muito da obra e fico feliz que tenha gostado também.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Matheus, eu também adoro a escrita dela e ela é uma fofa sem dúvidas.

      Bjin

      Excluir
  6. Só eu achei mega narcisista elas falarem sobre uma garota ruiva chamada sophia?! ¬¬
    Li inverno das fadas e apesar de dar uma viajada, a história é bacana. Acho essa capa linda de morrer e esse é meu maior incentivo para ler o livro hahahaha
    Fico feliz que você tenha gostado.. ver resenhas positivas sempre é um incentivo para que eu leia o livro.

    Beeeijinhos ;*
    Andressa - Mais que Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez, Dreeh hsaushuashaush, mas quem não gostaria de viver uma história fantástica, neh?! kkkkk
      As capas são lindas mesmo, bem caprichadas.

      Bjin

      Excluir
  7. Olá!!

    Eu ainda não li esse livro e confesso que por pura birra minha com a Sophia hahahaha.
    Eu gostei de saber que a escrita é fluida e agil. Tenho medo de quando são dois autores juntos por que acho que pode ficar um pouco confuso sabe?
    Fico feliz que tenha sido uma boa leitura :D

    Matheus!!!

    Eu adooooorei essa coluna! (e vou amar mais se todos estiverem no Netflix). Até porque eu meio que me perco entre taaantas opções.

    Não conhecia a Mulher Bionica e até gostei, não é meu estilo favorito buut eu vou dar uma chance.

    Já votei no que eu quero ver aqui *----*

    Parabéns pela coluna e que venham mais e mais posts como esse!

    Beijinhos,

    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Ana, eu não achei confusa em nenhum momento. Mas também tenho esse mesmo medo que você em relação a obras assim.

      Bjin

      Excluir
  8. Eu acho muito interessante o título. É criativo.

    Sua resenha ficou ótima, pois pude ver outros pontos do livro que ainda não conhecia. Mas não tenho muito interesse em ler o livro. Não sei, tal vez daqui algum tempo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Hello!
    Carolina não está nem perto da lista de autoras nacionais que quero conheço. Acho ela meio estrelinha e para falar a verdade, as historias dela me parecem bem fraquinhas, o que não me instiga a leitura. Acho tudo tão batido, sei lá, como se não fosse algo muito original. O único dela que me motiva um pouco é A Fada, mas devido a toda a visão que mídia dá pra ela e pro Draccon, nem tenho vontade de ler :( Fica pra depois.

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. David, confesso que normalmente eu tenho tendencia a não gostar do que todo mundo tá gostando no momento kkkkk, mas deste eu gostei e achei bastante diferente.

      Bjin

      Excluir
  10. Não gostei da escolha do nome da protagonista, mesmo sendo um pouco diferente toda hora penso na Sophia. O livro foi escrito em parceria e minha curiosidade é saber se é possível perceber cada autora na escrita.
    Beijos
    Porão da Liesel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Camila, tudo bem?

      Na verdade parece que foi escrito por uma única pessoa. Em nenhum momento senti diferença na narração.

      Bjin

      Excluir
  11. Oi Brenda, ainda não li nada da Carol e embora tenha Inverno das Fadas na estante a mais de dois anos sempre fico adiando a leitura. Tenho vontade de conhecer a história de O Reino das Vozes que não se calam, mesmo achando a história meio Alice no país das maravilhas demais. Adorei a resenha.


    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Glaucia!

      Nunca li Alice no país das maravilhas, mas pelo pouco que conheço da historia também achei parecido antes de ler, mas apesar de algumas semelhanças são obras bem diferentes.

      Bjin

      Excluir
  12. Oie, tudo bem?
    As opiniões sobre essa história são bem divididas, e acho super legal como cada pessoa acaba tendo uma visão sobre essa obra. Infelizmente acho que eu não me adaptaria a todo esse mundo fantasioso: apesar de eu curtir uma boa história de fantasia, a impressão que tenho é de que algumas coisas ficaram meio forçadas para que os leitores tivessem um pouco de dó da protagonista. Posso estar errada, só lendo para saber, hehe.

    Beijos
    Blog Procurei em Sonhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, Cássia. Só lendo para saber mesmo kkk
      Ainda não falei com ninguém que tivesse lido para saber se tem a mesma opinião que eu.
      :)

      Bjin

      Excluir
  13. Oi Jéssica, sua linda, tudo bem?
    Você me emocionou no fim da resenha, pois ao colocar em dúvida a existência desse reino, eu fiquei pensando que ele não é real, que ele é a fuga dela da realidade que a oprime tanto. Se for isso, tenho certeza de irei chorar. Como as pessoas são cruéis, não gosto de ver ninguém sendo excluído.
    Sua resenha ficou ótima, não vejo a hora de ler.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Jessica,
    eu conheço a escrita da Carolina, e gostei de como flui muito bem, mesmo tendo em alguns momentos muita melação(rs), e este livro é bem interessante pelo assunto que aborda, o bulling, e juro, fiquei hiper, mega curiosa para saber mais sobre este reino, ainda mais você falando se era ou não verdadeiro.
    Gostei da premissa e sua resenha me despertou interesse,

    Beijokas Ana Zuky
    SA Revista

    ResponderExcluir
  15. Olá! Tudo bem?
    Eu já tinha ouvido falar sobre esse livro, principalmente pela popularidade da Sophia Abrahão. Apesar da história ser interessante por ter esses elementos de o que é real e o que é fantasia, eu não me encontro ansiosa para a leitura. Pela sua resenha parece que a história é contada de maneira muito superficial, sem muito destaque aos problemas sérios do livro. Posso ter interpretado errado, mas essa foi a impressão que tive. Não me chamou muito a atenção e não pretendo ler por agora.

    Luz e literatura!
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. eu li o inverno das fadas e achei muitooooooooooo chato, por esse motivo que eu ainda não li esse livro. apesar da capa ser engraçadinha, mas eles poderiam fazer uma capa melhor (que não tivesse uma das escritoras por exemplo).
    no mais eu penso em ler pela escrita da outra, pq se for pela escrita da carolina eu to fora sabe =/ sim to meio que traumatizada.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  17. Oiee, tudo bem?

    Confesso que não tenho curiosidade em ler o livro. Fantasia não é o meu gênero preferido e eu, sinceramente, achei o livro um pouco comercial. Com uma das autoras na capa, o nome da protagonista inspirado no da Sophia... a impressão que eu tenho é que o livro foi um pouco forçado. Mas, claro, isso é só minha opinião. Tenho curiosidade em conhecer o trabalho da Carol e acho que vou seguir a sua dica quanto a Inverno das Fadas

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oi, Brenda!
    Eu ainda não li nada da Carolina e gostaria de começar por esse livro mesmo sendo escrito em parceria. Quando vi o lançamento desse livro fiquei doida pra ler por causa da capa linda (me julgue hehe). Agora sabendo do que se trata, me atraiu mais ainda. Achei bacana tratarem de bullying, apesar de ser pouco comum essa prática com magras, porque geralmente elas estão dentro do 'padrão de beleza' da sociedade.
    Enfim, espero poder fazer a leitura em breve.

    Beijos
    Rayssa
    http://diariosdleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Eu tentei a muito tempo atrás ler o primeiro livro da Carolina, e confesso que abandonei a leitura.
    Não gostei, a história e a escrita dela não me prenderam, não conseguiram me envolver.
    Mas... não sei se a escrita dela mudou, claro, as pessoas mudam e amadurecem e obviamente a escrita também passa por essas mudanças. Mas como nunca mais tentei ler nada dela, nem posso opinar.
    Esse livro parece ser bem interessante, e pela sua resenha a história tem um universo bem atraente.
    Vou pensar se leio.

    OI, Ani!
    Eu adoro essa série!
    Sou Team Maxon forever! hahaha
    Embora a América tenha me feito pirar no segundo livro, eu queria sacudir ela infinitas vezes.
    Ainda assim eu amo a série, e quero muito ler A Herdeira.

    Beijinhos!
    Jaque - Meus Livros, Meu Mundo.

    ResponderExcluir
  20. Não sei se eu leria, sinceramente. Tenho aqui "Feerica" da Carolina, comecei a ler e não gostei nem um pouco, não é o meu tipo de leitura. Adoro fantasia, mas não do tipo de fantasia que ela escreve. Mas que bom que você gostou! Quanto a Sophia como escritora, não sei se ela é uma boa... Você mesma quando resenhou elogiou a escrita da Carolina hahahah a Sophia só contribuiu na ideia ou em algum momento ela colocou a mão na massa?
    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Compartilhe comigo a sua opinião

Desenvolvido por Igor Thiago | imagem do livro O inferno de Gabriel | Não copie, seja criativo!