09 março, 2015

Conto Brincando de Seduzir: Prólogo

PRÓLOGO


Sabe quando a excitação e a ansiedade te pegam de tal jeito que não sabe ao certo o que pensar ou fazer e fica literalmente viajando entre o espaço tempo, perdido em uma realidade que só existe no canto mais profundo do seu âmago?
           Esse era eu naquele dia.

           Eu poderia até dizer que era apenas um dia qualquer. Serviço, casa, faculdade, casa de novo. Rotina. Nada demais. Um dia como qualquer outro. Bom, seria assim se eu não tivesse marcado de pegar um livro emprestado com uma pessoa. Seria assim se eu não soubesse o que poderia acontecer. E é ai que mora o perigo. Quando você acha que sabe o que pode acontecer e sua mente viaja em todas as possibilidades, todas as opções. Sério, é de deixar qualquer um doido. Se você nunca se sentiu assim, não sabe o que está perdendo. É uma sensação difícil de explicar, mas podemos considerar que é como andar de bicicleta pela primeira vez. Primeiro, vem o medo, pois aquilo é algo inédito e as chances de algo sair errado, justamente por ser algo totalmente novo, são altas. Depois vem a ansiedade, pois somos humanos e como tal, sempre buscamos pelo desconhecido. E por último... bem, por último vai depender de como a pessoa se saiu. Se ela caiu, frustração e dor. Se ficou de pé, euforia.
           E só Deus poderia saber o que iria acontecer comigo naquele dia.
           E eis o motivo do frio na barriga.
Você deve estar se perguntando o motivo que me causa tanta euforia. Provavelmente já tem um palpite, então não vou enrolar muito. Era tudo por causa de uma garota.
           Nada demais, certo?Todo mundo faz isso a todo momento, mas entenda, existem as garotas e existem as garotas que mexem com você. São coisas completamente diferentes. Entendendo isso, talvez você compreenda minha apreensão. Some isso a dois detalhes: que eu não me encontrava assim com uma garota a um bom tempo e que eu era tímido. Capiche?



2 comentários:

  1. Oiiiii! Fiquei curiosa sobre o desfecho da história! Foi um prólogo incrível e você escreve muito bem! Vou acompanhar os capítulos seguintes, hahaha!

    Um beijo, http://blogfloreando.blogspot.com.br/ <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz, Virginia.

      Obrigada! De verdade.

      :)

      Bjin

      Excluir

Compartilhe comigo a sua opinião

Desenvolvido por Igor Thiago | imagem do livro O inferno de Gabriel | Não copie, seja criativo!